10 julho 2013

Androginia além da sexualidade




Androginia é um termo muito mais antigo do que imagina, porém que vem tomando grandes proporções nos dias atuais. Há quem diga que surgiu nos anos 80 quando na verdade já ouvia-se falar dele na idade média. O próprio Platão trata do assunto em sua tão famosa obra O Banquete. Ao contrário do que muitos pensam, androginia não está diretamente ligada à homossexualidade, ela nada mais é do que um estilo pessoal que expressa as incertezas do indivíduo. No ramo da psiquiatria, a androginia é encarada como um distúrbio existencial do indivíduo, ou seja, quando ele não se reconhece nem como pertencente ao sexo masculino, nem ao feminino. Isso fica claro no estilo, que tem por característica a mistura de elementos dos dois gêneros em um só.

No editorial aqui apresentado, buscamos focar essas incertezas e crises existências de cada um. Buscamos mostrar o lado humano, do que é visto apenas superficialmente. Uma vez que grandes grifes apoderam-se do andrógino em suas peças e coleções. Tudo muito lindo, tudo mundo bem feito. Mas aqui buscamos um outro lado. Algo mais emocional, mais psíquico. Dirigido por mim (Esekiel Camargo) e fotografado por Roberta Flores, os modelos (Bianca Mörschebächer, Geovane Costa e Luis Souza) encarnaram um grupo de amigos que dividem alegrias mas também duvidas, anseios e preconceitos sociais. Está tudo bem bacana, vale a pena conferir.


0 comentários: